Um verão com código aberto

29 de junho de 2011 Carol_certa

Uma oportunidade para estudantes aproveitarem o tempo de verão para se aperfeiçoar em softwares de código aberto e melhorar suas qualidades de programador. É o que oferece o Google Summer of Code, programa de estágio remunerado online durante o verão (do hemisfério norte). A administradora do projeto, Carol Smith, foi destaque na primeira tarde do fisl com a palestra sobre o projeto.

Ao todo, o GSoC, como é conhecido, já beneficiou mais de 2,5 mil estudantes, de 98 países. Ele acontece anualmente desde 2005 e funciona através de uma parceria entre o Google, o estudante, e uma instituição cadastrada. Basicamente, o aluno trabalha em um projeto para uma organização durante o verão. Entre os objetivos do programa estão desenvolver novos programas de código aberto, ajudar desenvolvedores a melhorar suas habilidades, integrar empresas e jovens talentos e dar uma oportunidade aos alunos de vivenciarem uma experiẽncia no mundo real da criação de software, além de contribuidor com mais programas de código aberto para a sociedade.

De início, no começo de cada ano, as organizações que querem participar do projeto se inscrevem, e passam por avaliação. Após, a lista com as aprovadas é divulgada, e os estudantes interessados discutem projetos relativos a computação com a instituição de sua preferência. Depois, eles também se inscrevem no site e passam por avaliação. Em abril, os candidatos são relacionados um a um com a instituição que irá orientá-los, e, então, a lista com os aprovados é divulgada. A partir desse ponto, os alunos já começam a trabalhar em seus projetos, guiados pelas instituições. Avaliações constantes são enviadas ao Google, assim como o programa depois de pronto. Ao final, os estudantes recebem as criações de volta. Todos os passos são descritos aqui e na seção FAQ do site.

Os recrutados são remunerados com US$ 5 mil cada, e as organizações ficam com US$ 500 cada. O GSoC funciona inteiramente online, e para se candidatar é necessário ter no mínimo 18 anos e estar matriculado em alguma universidade, não importa o grau (bacharelado, mestrado ou doutorado), ou a área de estudos. O período de inscrições para a próxima edição deve abrir no final do primeiro trimestre do ano que vem.

“A vantagem para os estudantes é que quando terminam podem mostrar uma parte do trabalho deles como portfolio. É algo que eles têm pronto para mostrar”, afirma Carol. A gama de instituições que participa é bem variada. Bancos de dados, sistemas operacionais, linguagens e várias outras áreas, tudo está lá. Além disso, as linguagens de programação aceitas também são muitas.

Para 2011, foram selecionados 1.110 estudantes de 68 países e 175 instituições. Curiosa e felizmente, o Brasil é o sexto país que mais envia participantes: foram 46 este ano.

Carol defende que o programa tem ajudado crescentemente os alunos porque as empresas tem os orientado melhor: “elas estão entendendo bem o programa e têm entendido cada vez mais o que é orientar um estudante”. Além disso, a ferramenta Web de publicação do projeto, conhecida como Melange, foi totalmente remodelada, com sua interface melhorada.

De um lado, experiência para quem está começando no meio; de outro, mais contribuidores e contribuições para as organizações. Carol completa: “Às vezes, ficar programando em casa, sozinho no quarto pode se tornar muito solitário. É muito bom poder aprender a fazer isso com uma empresa, sendo guiado”. E a sociedade ganha com acesso a mais projetos de código aberto.

* Este post faz parte das reportagens que fiz na cobertura do 12º Fórum Software Livre. Este é o link original.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: